Noites mal dormidas? Estes alimentos vão ajudar a dormir melhor!

Thumb Noites mal dormidas? Estes alimentos vão ajudar a dormir melhor!

Noites mal dormidas? Estes alimentos vão ajudar a dormir melhor!

Você sabia que alguns alimentos fornecem uma substância especial para ajudar a dormir melhor?

Essa substância é a melatonina. Ela é um hormônio naturalmente produzido pelo organismo e liberado através da glândula pineal.

Como funciona a melatonina?

A melatonina faz parte do ciclo circadiano que acontece com todas as pessoas. Esse ciclo é realizado para que o organismo organize suas funções.

A liberação da melatonina aumenta quando o dia termina e começa a escurecer, preparando o organismo para uma noite de sono. A liberação aumenta ainda mais enquanto o sono acontece.

Quando o dia começa a clarear, a produção é reduzida, para o organismo entender que está na hora de despertar.

E se a melatonina não for liberada corretamente?

Alguns fatores podem contribuir para uma liberação reduzida ou irregular da melatonina, como o excesso de estímulos visuais à noite, da televisão, computador ou celular. Também, fatores como a idade, uso de medicamentos, necessidade de dormir de dia e trabalhar à noite e a cegueira, já que a liberação desse hormônio em maior quantidade está ligada ao estímulo visual.

Hoje em dia já existe a melatonina sintética que é vendida em farmácias e laboratórios com receita médica. Ela é receitada para pacientes com distúrbios de sono relacionados a problemas na liberação natural do hormônio.

Entretanto, também há alimentos que fornecem a melatonina ou outras substâncias que contribuem com a regulação desse hormônio, sem que seja necessário recorrer a uma substância sintética. Assim, você incentiva a liberação da melatonina no organismo de forma mais saudável e natural. Quando estiver com dificuldades em ter uma noite de sono tranquila e relaxante, comer uma quantidade equilibrada de algum destes alimentos poderá ajudar. Veja quais são eles:

Abacaxi

O abacaxi é uma boa fruta para auxiliar na qualidade do sono. Ele regula os níveis tanto da melatonina, quanto da serotonina, que atua na regulação do sono, do humor e do apetite. Coma poucas fatias antes de dormir, pois como é uma fruta bastante líquida, pode fazer você acordar para ir ao banheiro.

Arroz integral

O arroz integral tanto fornece uma quantidade de melatonina, quanto estimula a sua produção através do triptofano, que aumenta seus níveis de liberação. Um jantar leve com arroz integral sem muito sal e acompanhado de saladas é uma boa pedida.

Aspargos

Nos aspargos também há triptofano, que vai auxiliar na liberação da melatonina. Por também ser rico em fibras, que ajudam para uma boa digestão, você pode fazer uma sopinha de aspargos no jantar.

Aveia

A mesma função do arroz integral é promovida pela aveia, rica em melatonina. Um mingau leve e morno de aveia antes de dormir pode ser uma boa opção.

Banana

Tanto o triptofano quanto a melatonina são fornecidos pela banana. Você pode juntá-la ao mingau de aveia e aumentar ainda mais o estímulo do sono.

Cebola

Já no caso da cebola, outros nutrientes que compõe esse alimento é que vão estimular a produção da melatonina e a regulação do organismo. O fato de ela ser desintoxicante, também favorece para que o corpo esteja mais leve na hora de dormir. Pode incluí-la na sopa de aspargos.

Cereja

A cereja fornece a melatonina e é um relaxante. Suas vitaminas promovem efeito antioxidante, deixando o organismo mais calmo para dormir. Mas evite as cerejas em calda por causa do excesso de açúcar. Prefira as frutas in natura.

Gengibre

Um chá de gengibre com camomila antes de deitar vai relaxar o corpo e induzir o sono. As substâncias presentes no gengibre também estimulam a produção da melatonina.

Nozes

As nozes ajudam a relaxar músculos e nervos, colaborando para uma melhor noite de sono. Você pode comê-las puras ou acrescentar ao mingau de aveia com banana, sugerido anteriormente. Lembre-se que apenas comer um destes alimentos antes de dormir não necessariamente vai resolver seu problema. Se não resolver, outros fatores podem estar atrapalhando, como a qualidade do colchão ou do travesseiro, ingestão de cafeína antes de dormir, remédios e stress, por exemplo. Se o problema persistir de forma que você não possa solucionar por conta própria, procure seu médico.

Fonte: DICASonline

Envie um comentário :

Outros Posts da A Natureza é Bela: