Síndrome do pânico é cada vez mais comum: razão é a rotina que levamos hoje

Thumb Síndrome do pânico é cada vez mais comum: razão é a rotina que levamos hoje

Síndrome do pânico é cada vez mais comum: razão é a rotina que levamos hoje

Considerado um transtorno que gera intensa ansiedade, a síndrome do pânico é caracterizada por crises agudas de medo e desespero, normalmente associadas a períodos de mudanças e rituais de passagem.

O fim de um relacionamento amoroso, troca de emprego, mudança de casa, enfim, o medo, a insegurança e a ansiedade diante de algo novo e desconhecido são fatores que funcionam como gatilhos para uma crise de pânico.

Sintomas de síndrome do pânico

A síndrome do pânico geralmente começa com uma ansiedade profunda que, ao sair do controle e evoluir, faz com que a pessoa passe a apresentar diversos sintomas que caracterizam o problema, como:

  • Palpitação
  • Alteração nos batimentos cardíacos
  • Sudorese excessiva e tremores
  • Falta de ar
  • Dor ou incômodo no tórax
  • Ânsia de vômitos
  • Desconforto abdominal
  • Tontura e/ou desmaio
  • Calafrios ou ondas de calor
  • Formigamento ou falta de sensibilidade
  • Sensação de estar se distanciado de si mesmo
  • Medo profundo de enlouquecer, adoecer ou morrer

Por que a síndrome do pânico é tão comum hoje?

Especialistas apontam que as pressões cada vez mais presentes no cotidiano abrem portas de entrada para que crises de pânico apareçam com grande frequência e intensidade.

 

 

 

Fonte: VIX

Envie um comentário :

Outros Posts da A Natureza é Bela: