Usar caldos prontos nas refeições faz mal à saúde: pode dar gastrite e outros problemas

Thumb Usar caldos prontos nas refeições faz mal à saúde: pode dar gastrite e outros problemas

Usar caldos prontos nas refeições faz mal à saúde: pode dar gastrite e outros problemas

O uso de caldos prontos, encontrados em pequenos sachês ou tabletes nos supermercados, é comum na mesa dos brasileiros. Muitas pessoas acreditam que o produto é inofensivo para a saúde e indispensável na hora de preparar arroz, feijão, carnes, tortas e sopas. Mas será mesmo que vale a pena?

Caldos industrializados

Faz mal para a saúde consumir caldo pronto?

Em excesso, sim. É claro que, vez ou outra, consumir alimentos que contenham esse tipo de produto não vai causar um grande estrago. “Porém, muitos brasileiros ainda mantêm o hábito de adicioná-lo todos os dias no preparo da comida”, afirma Marcela Rossini Montenegro, nutricionista da Estima Nutrição.

“Além do excesso de sal e de sódio, esses produtos têm muita gordura, açúcar, aromatizantes e conservantes artificiais, como o glutamato monosódico.” Assim, uma das consequências é o ganho de peso.

Pelo potencial inflamatório das substâncias dos caldos prontos no organismo, há também o comprometimento do sistema imunológico. “Dessa forma, a chance de outras doenças aparecerem é maior”, conclui a nutricionista.

O caldo pronto, assim como outros alimentos industrializados, pode ser irritativo da mucosa estomacal e, assim, favorecer crises de gastrite.

Problemas de palatabilidade também podem surgir no decorrer dos anos, por conta dos tóxicos nas papilas gustativas. E, se o indivíduo ainda mantém outros hábitos nocivos, como sedentarismo e tabagismo, o quadro é mais crítico.

Além disso, consumir sódio em excesso pode sobrecarregar os rins e acarretar em cálculo renal. Há também uma maior pressão arterial, que pode, por exemplo, sobrecarregar o coração, as veias e causar problemas cerebrais, como aneurisma.

Quantidade de sal diária

O sal, por ser um mineral, é utilizado por vários órgãos dentro do corpo. Por isso, cortá-lo sem necessidade não é uma decisão prudente.

“Nossos músculos precisam do sal, assim como os rins. Então com certeza ninguém vive com 0% de sal e sódio. A questão de tudo é o equilíbrio”, garante a nutricionista.

No entanto, as quantidades presentes nos caldos prontos estão longes de serem seguras. “Para se ter uma ideia, um único tablete ou sachê de caldo pronto pode ter de 45 a 85% da quantidade de sal orientada por dia. Isso significa que é uma bomba de sal e sódio”, alerta Montenegro.

As diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) estabelecem que o consumo adequado de sal é de 5 gramas por dia.

Alimentos ricos em sódio

Os exemplos mais comuns de alimentos onde são usados os caldos prontos são os macarrões instantâneos, assim como temperos de fast food.

“Qualquer tempero ou alimento pronto, em que há uma nítida explosão de sabor, pode estar repleta de aditivos químicos e é melhor cuidar do consumo”, fala a nutricionista.

Substituição de sal por ervas

Há quem simplesmente reduza o consumo desses temperos de uma única vez, mas algumas pessoas não conseguem.

“Se for o seu caso, procure diminuir as doses aos poucos. Além disso, aposte em temperos naturais”, sugere a nutricionista Marcela Rossini Montenegro.

Temperos naturais para substituir o excesso de sal

  • Alecrim
  • Alho
  • Cebolinha
  • Cebola
  • Manjericão
  • Oregano
  • Pimenta
  • Salsão
  • Salsinha

 

 

 

Fonte: VIX

 

Envie um comentário :

Outros Posts da A Natureza é Bela: